Família e inclusão escolar - desafios observados por bolsistas do PIBID Pedagogia da FFC

Tássia Ananias Gonçalves, Jéssica Viana Guimarães, Andréa Toshie Fujihara Katsura Kawakame, Fátima Inês Wolf de Oliveira

Resumo


O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, também presente na UNESP de Marília/SP com o subprojeto Pedagogia – área de Educação Inclusiva, tem o intuito de aproximar os docentes das escolas parceiras da inclusão escolar, auxiliando-os a superar desafios, valorizando e compreendendo a importância da família dos educandos, articulando teoria e prática pedagógica, sobretudo, adequando recursos e atividades. A metodologia desenvolvida no subprojeto contempla o ensino colaborativo e desenvolvemos os seguintes procedimentos de coleta e análise das informações: - utilização da ficha de observação participativa, para levantar as necessidades educacionais especiais; - discussão das informações e confecção dos recursos adequados ao ensino do aluno; - acompanhamento da utilização dos recursos adaptados pelos alunos; e, - avaliação das atividades desenvolvidas com a utilização dos recursos. Os resultados do nosso trabalho indicam que adequações curriculares são fundamentais no processo de inclusão escolar e que a família pode exercer grande influência nesse processo. A formação dos profissionais da educação é tarefa, sem dúvida, essencial para a melhoria do processo de ensino e para o enfrentamento das diferentes situações que implicam a tarefa de educar.


Palavras-chave


ormação de professores; Educação Inclusiva; Adequações curriculares

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9.394, de 20/12/1996.

BUSCAGLIA, L. Os deficientes e seus pais. Record. Rio de Janeiro. 1993.

COSTA, A. C. A importância da parceria da família e da escola no processo de inclusão escolar. 2011. Disponível em: http://bdm.bce.unb.br/bitstream/10483/2328/1/2011_MarceliaAlvarengaCosta.pdf.

Acesso em 10 de junho de 2014.

FUMEGALLI, Rita de Cassia de Ávila. Inclusão escolar: o desafio de uma educação para todos?. 2012.

GLAT, R. Uma família presente e participativa: o papel da família no desenvolvimento e inclusão social da pessoa com necessidades especiais. Anais do 9º Congresso Estadual das APAES de Minas Gerais, disponível em CD- ROM, Belo Horizonte/ MG. (2004).

GONÇALVES, I. Importância da autoestima para a inclusão de crianças com deficiência física na educação infantil. Brasília, 2011. P. 7.

GREGORUTTI, Carolina Cangemi; OMOTE, Sadao. Relação entre inclusão escolar de crianças com paralisia cerebral e estresse dos cuidadores familiares. Psicologia: teoria e prática, v. 17, n. 1, p. 136-149, 2015.

LOPES, Renato Paula Vieira; MARQUEZAN, Reinoldo. O envolvimento da família no processo de integração/inclusão do aluno com necessidades especiais. Revista Educação Especial, p. 43-49, 2012.

MANTOAN, Maria Teresa Égler. Inclusão Escolar: o que é? por quê? como fazer?. Summus Editorial, 2015.

OLIVEIRA, AAS de; BRAUN, P.; LARA, P. T. Atendimento educacional especializado na área da deficiência intelectual: questões sobre a prática docente. Atendimento educacional especializado para alunos com deficiência intelectual e transtornos globais do desenvolvimento. São Paulo: Cultura Acadêmica, p. 41-60, 2013.

OLIVEIRA, M. P. A família e o contexto da inclusão social. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 de jun. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1980-3575 Revista Interatividade © 2019 Firb Editora - Faculdades Integradas Rui Barbosa